O que eu preciso fazer para me dedicar ao meu sucesso?

September 28, 2017

Vivemos num mundo competitivo e altamente desafiador. Metas, downsizing de equipes, profissionais multidisciplinares, alta performance, engajamento e motivação são algumas palavras e expressões que ouvimos e que se tornam cada vez mais reais no mundo corporativo.

 

Todos nós queremos, de uma forma ou de outra, vencer na vida. Já escutamos diversas vezes que temos que nos dedicar em nossos objetivos, mas nem sempre sabemos o que realmente temos que fazer para nos dedicar. No coaching, quando uma palavra vem carregada de significados e interpretações, dizemos que é preciso “desengravidar” a palavra. Vamos fazer isso agora com a palavra dedicação!

 

Afinal, o que eu preciso fazer para me dedicar?

 

1.     Entender as suas prioridades e seus valores – é definir quais são os fatores importantes para a sua vida e priorizá-los acima das correrias do dia-a-dia. É saber identificar quais são as tarefas que te levarão mais longe, que agregarão mais e também as que lhe roubam mais tempo e que te afastam do seu objetivo. Algumas perguntas para ajudar a entender as suas prioridades! O que é importante para você? Cite duas atividades importantes que você pode fazer de importante nesta semana e que trarão mais benefícios! O que rouba o seu tempo?  Quais são as atividades que você faz e que são importantes para outras pessoas mas não são importantes para você? Quais são as tarefas necessárias no seu dia a dia?

 

É claro, ninguém irá viver a vida apenas fazendo coisas que são relevantes apenas para si. Há muitas tarefas diárias que precisam ser realizadas por você e que fazem parte da sua rotina de trabalho. Há também as atividades que são importantes para outras pessoas e que não são tão importantes para você. Você precisará aprender a enxergar as tarefas irrelevantes do seu dia a dia e aprender a dizer não a elas. Somente tirando a bagagem extra da sua rotina você poderá investir parte do seu tempo nas atividades realmente importantes para você.

 

2.     Esforço – pessoas que se dedicam se esforçam! Elas investem seu precioso tempo fazendo algo, que muitas vezes não geram o prazer esperado. Elas pagam o preço! Elas chegam mais cedo e saem mais tarde do que as outras no trabalho, na academia, em eventos com a família. O jogador de basquete Oscar ficava treinando arremessos após os treinos. No início da minha carreira de mágico eu treinava 16 horas por dia. Dormia e acordava com moedas e baralhos. Esforço é isso, é investir tempo em algo. Porém é preciso investir tempo certo nas atividades certas. Malcolm Gladwell pesquisou grandes gênios de diversas áreas e descobriu que havia alguma coisa em comum entre eles e que não era o QI. Era a quantidade de horas de dedicação no que que faziam: 10 mil horas. O grande Mozart, os Beatles e grandes jogadores de xadrez, todos eles se dedicaram as 10 mil horas. Eles pagaram o preço por cada hora dedicada. O esforço foi compensado com a competência adquirida.

 

3.     Foco - Foco é gerenciar distrações. É dizer “não” às atividades inúteis. É saber adiar gratificações. Atividades inúteis e que roubam o nosso tempo são grandes vilãs contra o foco por um simples motivo: são prazerosas. É prazeroso olhar no facebook a todo instante para verificar quantas pessoas curtiram aquele vídeo divertido que coloquei. É prazeroso jogar joguinhos no celular ao invés de ler um livro técnico sobre um assunto importante que eu preciso ler. É prazeroso acordar mais tarde no dia chuvoso e frio ao invés de ir à academia. Foco é isso! É gerenciar essas distrações e saber dizer não a elas.

 

4.     Disciplina -  Jim Rohn disse “Todos nós devemos sofrer uma dessas duas dores: a dor da disciplina ou a do arrependimento. A diferença é que a dor da disciplina pesa gramas, enquanto a dor do arrependimento pesa toneladas”. A dedicação somente será completa com a disciplina. A disciplina gera o hábito, transforma o conhecimento em competência. Disciplina tem a ver com constância, com pontualidade, com escolhas, com abnegação. O jogador de basquete Oscar é um exemplo de disciplina. Ele arremessava mais de mil bolas após os treinos enquanto todos os demais jogadores iam para suas casas. Oscar escolheu a disciplina. Com certeza, hoje ele não se arrepende dessa escolha.

 

Dedique-se ao seu sucesso! Lembre-se que o tempo corre a favor e, ao mesmo tempo, contra você! Utilize-o corretamente e ele será um grande aliado. Se você deixar para começar amanhã, já perdeu pelos menos 24 horas de dedicação! Boa sorte!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

Ownership – Como gerar isso dentro de nossos colaboradores?

September 4, 2018

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags
Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square